domingo, 17 de maio de 2009

Homem Placebo


Alguns dias atrás, eu e algumas amigas, durante uma conversa, constatamos um tipo de homem cada vez mais comum no mercado: o Homem Placebo.

Mas o que seria um Homem Placebo?*

Esse é um tipo de homem a quem se atribui certas propriedades (como respeitar a mulher e se importar com os sentimentos dela) que ele não possui. Seria aquele que possui um discurso muito convincente, que promete uma série de coisas e não cumpre. É aquele que utiliza desculpas para justificar o seu comportamento ou, então, que desaparece por não ter a coragem de cumprir suas promessas.


Existem riscos para o uso indiscriminado dos Placebos, não se deixe enganar:

1. Quando você dispende seu tempo, sua vida e suas economias com um Homem Placebo e depende dele inteiramente para ser feliz.

2. Quando os efeitos colaterais, como ansiedade, irritação, insegurança e obsessão, tornam-se frequentes.

3. Na automedicação, quando você continua saindo com um Homem Placebo apesar das várias recomendações de amigos ou família.

Ao acreditar nos poderes milagrosos do Homem Placebo, a mulher obtém melhoras no humor, maior autoestima e confiança em si mesma, efeitos temporários até ela descobrir que foi enganada.

Dolly


*Definição encontrada no blog Pergunte ao Urso

3 comentários:

paloma disse...

Mas a questão é: será que podemos negar a utilidade de um placebo quando na realidade a pessoa não precisa de um homem de verdade? Afinal em muitos casos as mulheres estão muito felizes sem saber que estão tomando um placebo...

Anônimo disse...

E o pior de tudo é descobrir que saiu c/ um Homem Placebo e que foi enganada por tanto tempo e nem sequer notou a diferença.

guaraná disse...

Já fui vitima de uma mulher placebo. Ou será que realmente sou um "homem que ama demais"...