segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Síndrome de Beck Bloom

Rebeca Bloom ou Beck Bloom* é uma jornalista financeira que ensina as pessoas como economizar o seu dinheiro, mas que não consegue resistir às tentações do consumo compulsivo, ela vive endividada e foge do seu gerente de banco como o diabo da cruz.
Você já deve ter sofrido da Síndrome de Beck Bloom. Sabe a sensação quando você entra numa loja ou no shopping e sai de lá carregada de sacolas de compras? Uma sensação de êxtase invadindo o corpo? Empolgação? Animação? Entusiasmo?
Mas e depois quando a fatura do cartão chega em casa e você simplesmente não acredita que gastou tudo aquilo de dinheiro em roupas e acessórios? Você entra em desespero e fica angustiada com as próximas faturas? Seu salário nunca é suficiente para pagar as suas dívidas? Você está sempre endividada?
Pois é, descobri que eu sofro desta Síndrome! (Suspiros)
Ultimamente ando tão apertada (e não é o cinto que comprei que tem feito isso comigo). Este mês, por exemplo, fiquei completamente endividada. Fiquei tão preocupada que comecei a fazer um curso de finanças para mulheres (on-line e grátis, é claro!). Quem sabe assim poderia controlar mais os meus gastos e ainda economizar uma graninha. Tentei seguir os passos do curso e no final só consegui entrar em desespero ao ver minha conta sair do vermelho para púrpura.
Uma das dicas que comecei a seguir é anotar todos os gastos diários e depois conferir onde exatamente estou gastando. Obediente, anotei tudo na minha agendinha (que acabei comprando para anotar os gastos!). O maior problema era sair de casa; toda vez que saía, no final, acabava gastando até o que não podia. Resolvi que a solução seria passar os próximos 30 dias em casa! Se eu era convidada para ir algum lugar (barzinho, show, teatro, etc), tentava fazer as contas mentalmente de quanto eu iria gastar (dinheiro para a entrada, gasolina, estacionamento, comida e, claro, roupas novas) e acabava desistindo de sair. Hoje não tenho mais vida social, mas pelo menos estou economizando! (o correto seria “não gastando”)
Sem contar que todo dia no meu trabalho tenho que contribuir com as malditas listas para não parecer uma desalmada insensível e escrota: uma hora é lista de presentes para fulana que se aposentou, outra hora é coroa de flores para avó de alguém que morreu, outra é para comprar presente para beltrana que teve um bebê. Não há dinheiro que resista no final do mês.!
Agora que estava começando a juntar uma grana, tenho que pagar o conserto do meu carro (que bati de novo! Tinha atingido o recorde de 190 dias sem acidentes!) e, para piorar a situação, descubro que tenho duas multas para pagar (Que merda! Droga de radar! Nem tinha corrido muito, eu tinha que passar os motoristas que são muito lerdos à noite!)
Onde vai parar o meu dinheiro?
Eu sei onde ele vai parar... no ralo! Estou me controlando e tomando algumas precauções: não saio de casa com fome e com cartão de crédito na carteira, ando de óculos escuros até dentro do shopping para não ver as vitrines e promoções e não assisto mais TV para não ficar com vontade de comprar nada.


Um abraço
Dolly

*Rebeca Bloom é personagem do livro “Os Delírios de Consumo de Beck Bloom” de Sophie Kinsella

8 comentários:

paloma disse...

Essas listas matam mesmo! O problema é que por mais que você ganhe mais você vai gastar mais também. É um círculo vicioso que deve ser quebrado com muuuito desapego! Hehehe...

Blog da Marina disse...

Gastança, faturas de cartões de crédito explosivas, planilhas de gastos reais??..Isto é loucura, obsessão! Eu, agora, transformei toda esta obssessão em lúdico...Estou brincando em casa de banco imobiliário e usando dinheirinho falso pra fazer minhas comprinhas, aqui em casa mesmo. É divertido, me distraio nas "compras" e de quebra ainda posso usar o mesmo dinheiro no dia seguinte..hahahaa

Thais Aux disse...

Olá! Acho que você faz muito bem de anotar os gastos, sim. Afinal agora você conhece o tamanho do seu problema e pode atacá-lo de frente!

Se precisar de ajuda, estou por aqui! :)

Bjs!

Anônimo disse...

Doly, vc é maravilhosa..amo ler o que vc escreve..estou sem sono venho ler as novidades do teu blog...parabéns..

Dolly disse...

Obrigada e continue acompanhando os textos do blog. Bjs

Dolly disse...

Thais,obrigada pela ajuda.Com o meu orçamento e os meus gastos,acho que vou precisar.Bjs

Dolly disse...

Blog da Marina
quando eu era criança, adorava brincar de banco imobiliário e comprar muitos imóveis,mas vira e mexe ficava falida. Acho que era um sinal para eu conter os meus gastos.rsrs
Seria ótimo se pudessemos usar o mesmo dinheirinho no dia seguinte.Suspiros
Bjs

Dolly disse...

Paloma
Eu concordo plenamente com você,mas gostaria de ter muito dinheiro para poder gastar ainda mais.Suspiros.
E aja desapego para resistir a tantas tentações!
Bjs