quarta-feira, 24 de dezembro de 2008

Tendências do consumo

Devido à grande quantidade de mulheres solteiras no mercado amoroso e pouca demanda de homens nestas condições, está cada vez mais difícil conseguir um namorado nos dias atuais.

Para sobreviver à acirrada e feroz concorrência, muitas mulheres se viram obrigadas a mudar de estratégias e a oferecer um diferencial para atrair atenção dos “consumidores”.

Na verdade, a busca em obter o melhor “produto” se tornou uma tendência irreversível e a cada dia entram mais “empresas” nessa disputa, visto que a situação tem se agravado de tal forma que não sobrou alternativa.


Cada uma a sua maneira, essas empresas vêm investindo mais e mais pesado no seu produto como academia, cirurgias plásticas, roupas, tratamento de beleza, etc. Elas não apenas aprenderam com a concorrência como melhoraram seus modelos.


Embora muitos consumidores tenham comprado um produto por terem sido seduzidos pela embalagem, será que é suficiente apenas investir na beleza do produto?

É claro que se o produto não for atraente e interessante, num primeiro momento, o cliente dificilmente irá comprá-lo depois. E, se todo mundo oferece uma bela e atraente embalagem, é preciso diferenciar-se de outra maneira.

Mas o que muitas empresas têm feito a respeito?


Elas estão cada vez mais em busca de inovação. E inovar, por mais que isso soe batido, nunca foi tão vital para o mundo dos negócios amorosos.

Uma das principais tendências de consumo que estão se delineando e que devem pautar parte do mercado daqui para frente é a simplicidade: inteligência combinada à beleza sem ostentação ou exageros e, sobretudo, à facilidade de comunicação sem complicações.

A segunda tendência está diretamente ligada ao apelo da sustentabilidade ambiental e econômica. É sofisticada, consciente dos seus recursos naturais e economiza tempo e, principalmente, energia dos consumidores.

A última tendência trata do luxo acessível. É geralmente associada ao prestígio e à sofisticação, com embalagem de luxo e confere um status ao comprador.

Mudar uma fórmula de sucesso, em empresas de qualquer porte, exige coragem e determinação. É um caminho de longo prazo a ser perseguido até conseguir atingir o objetivo, seja para se manter na liderança de seu mercado ou para conquistar uma potencial clientela, e muitas companhias estão correndo atrás do prejuízo.

Dolly

2 comentários:

Blog da Marina disse...

Hahahaha, gostei da "potencial clientela". Não sou marketeira, mas dizem que "a propaganda é a alma do negócio"...rs.Logo,o produto pode ser uma merda, mas se vc "lançou" bem o produto,meuuuuu! vai bombar! hahaha
Pode não durar muito, ser um produto sazonal, mas, enfim, o importante é alcançar o objetivo! :O)
Eu sinceramente, acho que por conta dessa superficialidade e interesse por "ganhos rápidos", a relação entre os consumidores,os produtos e seus compradores está tachada a falência e a prejuízos irrecuperáveis!
Acredito que ainda dá tempo de mudar esse "mercado"! Basta evitar falsificações,investir na qualidade do produto, permitir a experimentação e o entendimento entre produto e consumidor, por mais "complicado" que pareça o manual de instruções.De resto,é satisfação garantida! :O)

Anônimo disse...

É Dolly,o mercado anda fraco msmo,os homens não tem comprado nada ultimamente,só usando e jogando fora!