domingo, 31 de agosto de 2008

Teoria sobre as bebidas

Outro dia conversando com um amigo, fiquei muito surpreendida com a inusitada teoria dele sobre bebidas e mulheres. Segundo ele, as mulheres seriam como bebidas, no final, não importando a categoria, todas acabam dando dor de cabeça. Pensando nisso, devo dizer que concordo em partes com ele.
Depois de longas horas de meditação, reflexão e auto-análise, se eu fosse me auto-classificar, eu escolheria as seguintes categorias:

1. vinho (tipo de bebida)
2. tinto (cor e aroma)
3. suave (sabor)

Por que o vinho tinto suave?!!
Em primeiro lugar, acredito que eu, assim como o vinho, terei o gosto e sabor apurado à medida que for envelhecendo, ou seja, quando estiver com aproximadamente 50 anos, estarei no ponto de ser consumida!
Segundo ponto a ser esclarecido, o vinho é associado à elegância e ao bom gosto.
O vinho tinto suave tem o seu sabor adocicado ao contato com o paladar. Sua cor é vibrante e viva, sendo muitas vezes associada aos sentimentos intensos como a paixão, a violência, ao ódio e a dor.
Ao ser ingerido em pequenas doses, o vinho provoca um efeito similar ao do contato do fogo, a princípio, provoca uma sensação gostosa de conforto e acolhimento e o desejo de continuar apreciando tal companhia. Mas assim como a proximidade com o fogo, o excesso de ingestão da bebida pode provocar alguns efeitos indesejáveis, como: perturbação dos sentidos, entorpecimento, dor e sofrimento. Estamos, é claro, falando de excessos!
Embora em grandes doses, o vinho possa ocasionar perturbações em geral, já foi comprovado cientificamente que ao ser ingerido em pequenas doses diárias ele ajuda a prevenir doenças cardíacas. Tudo na vida é permitido, se for feito com a devida moderação, até mesmo a ingestão da bebida alcoólica.
E meu amigo argumentou: "mas a água é muito melhor, pois ela é saudável, natural, não causa dependência, nem dor de cabeça e ninguém consegue viver sem ela".
Ok! Concordo plenamente com isso!
A água nos dá o suporte diário que precisamos, ela nos mantêm vivos, blá,blá e blá.
Mas a água é insípida, inodora e incolor!
Você até pode consumir diariamente por uma questão de necessidade vital, mas quando você for buscar algo mais prazeroso e que te dê mais satisfação, não será a água que você irá desejar. As grandes paixões, desejos e emoções não serão encontrados na apreciação da água!
Além disso, o vinho é um ótimo acompanhante e combina com tudo. Fica muito bom com as saladas e ainda melhor ao lado de uma boa macarronada. Foi feito para acompanhar almoços e jantares, mas também está presente nos banquetes e nas grandes festas, nas conversas alegres com os amigos e familiares e não pode faltar naqueles momentos de solidão.
Outro ponto que é fundamental existem pessoas que pagam verdadeiras fortunas para saberem diferenciar e selecionar um bom vinho.
A degustação é considerada uma arte e como tal, poucos são aqueles que têm sensibilidade, discernimento e paciência para apreciá-lo.
A diferença entre o gosto de uma tequila e de uma vodca, você pode descobrir em algumas horas na balada. Agora saber reconhecer e apreciar um bom vinho leva-se anos.

Então, resta-me a dúvida: por que os homens preferem cerveja a um bom vinho?
Dolly

8 comentários:

Camilla disse...

Dolly,talvez os homens prefiram algo mais fácil e acessível como a cerveja.Nem todos sabem apreciar uma boa bebida.

pombinha disse...

Cara companheira, concordo plenamente com sua preferência pelo vinho, mas lembre-se os homens não seguem nossa lógica, gostam de uma bebida amarga, gelada, que dá vontade de urinar o tempo todo, com o tempo provoca uma imensa pansa e é geralmente saboreada com porções... preciso dizer mais...

Anônimo disse...

Cara Dolly,se vc quiser ser apreciada,deverá rever os seus conceitos. Beber cerveja não tem complicação,é mais simples, barato e vc encontra em qualquer lugar.Se for estupidamente gelada,melhor.
Qual o problema nisso?

Lia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alex disse...

Só porque a grande maioria gosta de cerveja,nós teremos que aceitar e mudar o nosso gosto?
Pode não parecer, mas ainda existem homens(poucos,é claro!)que sabem aproveitar um vinho.

Lia disse...

E onde eles estão,Alex?

Noemi disse...

Uaaauuu.. Tbm sou o vinho tinto suave..! hehe
Posso postar esse texto no meu perfil do orkut?? Coloco seus créditos no final, juro!! rsrs

jarinho disse...

Minha princesa linda, ótima sua comparação, mas, a bem da verdade, homem nenhum esperaria 50 anos para apreciar um bom vinho; até por que o processo de envelhecimento encerra quando sai do tambor e é engarrafado; após 50 anos de garrafa o muito que voce vai tomar é vinagre; mas enquanto esperamos, nos divertimos com cerveja; um abraço;