sexta-feira, 11 de julho de 2008

Ditadura da beleza

Todos os dias, a rainha perguntava ao seu Espelho Mágico quem era a mulher mais bonita de todo o reino. Tudo estava tranqüilo, enquanto o Espelho respondia que sua beleza reinava suprema.

Até o dia em que o Espelho respondeu à habitual pergunta com uma revelação: "Branca de Neve é a mais bela do reino".

A malvada rainha percebendo que a jovem possuiria uma beleza que excederia a sua, trama para que esta seja assassinada por um caçador na floresta.

Todas nós sabemos o desfecho desta história, certo?

Mas e na vida real? Como lidar com essa busca desenfreada pela beleza?

Quantas mulheres não se interrogam diante do olhar inquisidor do espelho e acabam se submetendo à ditadura da beleza?

Por onde eu olho (revistas, comerciais, clipes de música, novelas), vejo imagens de mulheres bonitas e sexys: cabelos lisos e sedosos, pele de pêssego, corpo sarado, seios turbinados, roupas impecáveis.

Mulheres maravilhosas fazendo dietas, ginásticas, plásticas, comprando horrores, práticas tão freqüentes e consideradas “normais” pela nossa sociedade.

Será que para nos sentirmos bonitas e sermos aceitas pelas outras pessoas, nós precisaremos seguir o padrão de beleza imposto?

Por acaso nós somos algum tipo de boneca Barbie que vem produzida em série?

Há uma pressão tão grande sobre nós, que devemos o tempo todo ser bem-sucedidas e bonitas, praticamente perfeitas.

E ao olharmos no espelho e percebermos que não encaixamos totalmente nesse padrão, a comparação com a realidade torna-se inevitável e com isso, nós ficamos mais frustradas e angustiadas.

Então, surge a dúvida: Se não conseguirmos nos encaixar nesse padrão, nós seremos excluídas e discriminadas pela sociedade?

Na verdade, essa é uma chance de reafirmar a diversidade e mostrar que a beleza está em todo lugar.

Acredito que só respeitando e valorizando as nossas diferenças, poderemos encontrar o nosso próprio padrão de beleza.

Mas enquanto isso não acontece, haverá espaço para as mulheres que não são vistas apenas como um manequim exposto numa vitrine?

Dolly


5 comentários:

:) disse...

Campanha da "Real Beleza" só existe para a Dove...
Bjnhs

Camilla disse...

Infelizmente as mulheres acreditam que se submetendo a essa "ditadura", elas conseguiram ser mais felizes e realizadas.

Lia disse...

Não há como negar,a imagem ainda conta muito.

Pombinha disse...

Na minha opinião a beleza é importante sim porém não fundamental, se nos sentimos bem valorizando a imagem,ok, se não, ok também, o q importa é estar bem...

Luiz C@rlos disse...

mas não dizem q o q importa é a verdadeira beleza interior?
a propósito como vão teus intestinos e estômago? em dia?
rs rs