segunda-feira, 28 de julho de 2008

Novas amazonas

Será que as mulheres modernas são as “novas amazonas”?

As mulheres que derrubam preconceitos e cada dia obtêm o seu salário e que não aceitam o tradicional papel doméstico?

Assim como as amazonas, as mulheres modernas são mais independentes do que as outras gerações, elas conseguem se sustentar e se manter sem ajuda dos homens e são ótimas chefes de família.

Ocupam todas as posições importantes na sociedade, são habilidosas empresárias, industriais, artistas, políticas. Conquistaram territórios e ocupações antes consideradas exclusivas dos homens.

Desde cedo, as jovens são educadas nas mesmas atividades que os rapazes e participam até de esportes incrivelmente violentos e perigosos, como boxe, artes marciais.

Hoje, são livres para fazerem incursões ocasionais dentro de “comunidades vizinhas” para fraternizar com o sexo oposto. Perpetuam sua civilização com uma existência extremamente amigável com os aventureiros masculinos que passam através de seu território.

Quando cansam da companhia, os aventureiros são enviados a seguir seu caminho ou são abandonados em alto-mar. São mulheres libertas vivendo a sexualidade de maneira mais autônoma e sem culpa.

Muitas fogem do modelo tradicional de família, assumindo voluntariamente a maternidade, enquanto outras partem para uma produção independente.

Além disso, o casamento deixou de ser uma opção de vida. Elas encarnam uma sociedade onde os papéis sociais estão invertidos.

Será que estamos caminhando para uma sociedade de guerreiras que querem manter a sua independência a qualquer custo?

E muitas mulheres estão deixando de lado a sua feminilidade e estão se tornando cada vez mais competitivas até superarem os homens em tudo.

Será uma forma de se manter e se proteger num mundo dominado pelos homens?
Dolly

5 comentários:

bem bixinha disse...

Dolly minha querida, vocês têm o poder. Sempre foi e sempre será assim. É tudo uma questão de valorizar o produto, promover uma alta no mercado. Beijo, baby.

Luiz C@rlos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luiz C@rlos disse...

naum minha cara, as novas mulheres não são amazonas, mesmo pq se fossem não precisariam dos homens pra nada além da procriação.
repare: ja pensou num mundo definitivamente dominado pelas mulheres amazonas? e somente para as mulheres amazonas numa sociedade totalmente composta por mulheres amazonas em todos os níveis?? se os homens fossem somente reprodutores confinados como o gado leiteiro ? - (opa! fiz um trocadilho irônico de duplo sentido! rs) não seria um saco viver assim??? imagine a falta da presença masculina com todos os seus problemas e eventuais virtudes (como abrir a lata de azeitonas por exemplo rs) - seria tudo tão igual...fora a maldade!afinal de contas, conta o ditado MALDOSO do senso comum q as mulheres trocam beijinhos sociais como cumprimentos, mas q lá no fundo da "psiquê social" isto representa um desejo inconsciente de "morder" a outra. kkkkk
(não q eu concorde com isto)
Sim, elas estão mais independentes cada vz mais e isto é bom!
Não, embora vivamos numa sociedade machista - o q tb é um problema - se trocássemos para uma só feminista/matriarcal não seria trocar seis por meia dúzia? e
como diz uma amiga querida minha:
HOMENS - ruim com eles, muito pior sem eles! rs rs
beijão!

Pombinha disse...

Dolly, na minha opinião os homens são necessários e muito importantes em nossa vida, afinal como ficaríamos livres das baratas!! Quem trocaria o pneu do carro? E aquelas tarefas como trocar uma lâmpada, arrumar o chuveiro? Para podermos ser mamães precisamos daqueles bichinhos q só eles tem !!Ahh...na hora do rala e rola para nos dar prazer... é claro!! (rsrrsrsrsr)

Viviane: poetisa, professora, pesquisadora, atriz, pianista... disse...

Olá Pê,

Ótimo post. Adorei. Acredito que você capturou o que é ser mulher nos dias de hoje. Guerreiras, sim. Não diria que Amazonas, mas capoeiristas, sim. É preciso, acima de tudo, jogo de cintura e ginga, querida.

Bjs